Hoʻoponopono: Do Autoperdão à Gratidão Como Filosofia de Vida

O Ho’oponopono é uma antiga prática criada para remover o peso negativo das nossas memórias.

Através do reconhecimento, do perdão, da gratidão e do amor somos capazes de purificar nosso interior e fazer a diferença ao nosso redor.

Entenda como tudo isso funciona e experimente praticar Ho’oponopono.

Hoʻoponopono: Entenda a técnica de cura e autoperdão

Qual É O Significado de “Ho’oponopono”?

Antes de aprender a técnica em si, é importante saber o que ela significa.

O termo Ho’oponopono vem da língua havaiana, onde “Ho’o” significa “causa” e “ponopono” se refere à perfeição, correção.

Ou seja, o significado de “Ho’oponopono” é “corrigir um erro”, ou “colocar em ordem perfeita”.

Agora que já sabemos o que o termo significa, vamos ver um pouco da história dessa técnica milenar.

Qual É A Origem Dessa Técnica?

O Ho’oponopono teve sua origem nas tribos ancestrais do Havaí, onde os sacerdotes (conhecidos como Kahunas) usavam a técnica para curar e até resolver problemas entre os habitantes da tribo.

Em meados de 1900, a Kahuna Morrnah Nalamaku Simeona formulou uma versão mais moderna do Ho’oponopono, que se tornou a mais usada futuramente.

Mas essa versão realmente começou a se expandir pelo globo com os resultados do Dr. Ihaleakala Hew Len, PhD.

Sua filha recebeu tratamento de Ho’oponopono e se curou, e esse fato trouxe a atenção de Hew Len para a técnica, e passou uma década aprendendo ao lado da Morrnah Nalamaku.

Então o Dr. Hew Len foi convidado para usar os conhecimentos que adquiriu com ela em um centro psiquiátrico chamado Hawaii State Hospital, que abrigava pacientes que cometeram crimes dos mais perversos, e foram diagnosticados com sérios distúrbios mentais.

O ambiente em si era um reflexo dos detentos: os funcionários ficavam doentes, flores mal floresciam ao redor, problemas de infraestrutura apareciam um atrás do outro e o medo fazia parte da rotina de todos que trabalhavam por lá.

Ihaleakala Hew Len aceitou o convite, mas apenas se ele não tivesse contato com nenhum dos pacientes, apenas com suas fichas informativas. Com isso, ele iniciou o processo de cura. E conforme o tempo passava, o ambiente mudava.

A dinâmica entre os presos se tornou mais calma, e eles precisavam de cada vez menos medicações.

A diferença em toda unidade era notável, e os funcionários também sentiram a mudança.

Quando o doutor disse à mídia que tudo que ele usou para alcançar esse objetivo foi o Ho’oponopono, a técnica se tornou importante no mundo todo.

Como Funciona O Ho’Oponopono?

E como é feito o Ho’oponopono?

Na verdade, essa prática é bem simples quando se trata da sua aplicação. Ela não é religiosa, e não requer nenhum ritual preparatório. Vejamos primeiro como é feito o Ho’oponopono moderno.

Ho’oponopono Moderno

Na sua forma reformulada, essa técnica é aplicada pela repetição (feita mentalmente ou em voz alta) de 4 frases:

“Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grato”.

Ho’oponopono

Assim nós limpamos a carga negativa das nossas memórias, ao reconhecer que somos responsáveis pelos nossos erros. Então nos arrependemos, mas também perdoamos a nós mesmos.

Por fim, você se reconecta com o amor e agradece pela experiência que passou, e o que aprendeu a partir dela.

Ho’oponopono Original

A versão original do Ho’oponopono também é efetiva, apesar de ser mais longa.

O Ho’oponopono original é uma oração que consiste nos mesmos princípios da versão atualizada, sendo ela:

Divino Criador, Pai, Mãe, Filho, todos em Um.

Se eu, minha família, meus parentes e antepassados, ofendemos sua família, parentes e antepassados, em pensamentos, fatos ou ações, desde o início de nossa criação até o presente, nós pedimos o seu perdão.

Deixe que isso se limpe, purifique, libere e corte todas as memórias, bloqueios, energias e vibrações negativas. Transmute estas energias indesejáveis em pura luz e assim é.

Para limpar o meu subconsciente de toda carga emocional armazenada nele, digo uma e outra vez, durante o meu dia, as palavras-chave do ho’oponopono: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato.

Declaro-me em paz com todas as pessoas da Terra e com quem tenho dívidas pendentes.

Por esse instante e em seu tempo, por tudo o que não me agrada em minha vida presente: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato.

Eu libero todos aqueles de quem eu acredito estar recebendo danos e maus tratos, porque simplesmente me devolvem o que fiz a eles antes, em alguma vida passada: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato.

Ainda que me seja difícil perdoar alguém, sou eu que pede perdão a esse alguém agora.

Por esse instante, em todo o tempo, por tudo o que não me agrada em minha vida presente: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato.

Por esse espaço sagrado que habito dia a dia e com o qual não me sinto confortável: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato.

Pelas difíceis relações às quais só guardo lembranças ruins: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato.

Por tudo o que não me agrada na minha vida presente, na minha vida passada, no meu trabalho e o que está ao meu redor, Divindade, limpa em mim o que está contribuindo para minha escassez: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato.

Se meu corpo físico experimenta ansiedade, preocupação, culpa, medo, tristeza, dor, pronuncio e penso: “minhas memórias, eu te amo.

Estou agradecido pela oportunidade de libertar vocês e a mim”. Eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato.

Neste momento, afirmo que te amo.

Penso na minha saúde emocional e na de todos os meus seres amados. Te amo.

Para minhas necessidades e para aprender a esperar sem ansiedade, sem medo, reconheço as minhas memórias aqui neste momento: eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato.

Amada Mãe Terra, que é quem eu sou: se eu, a minha família, os meus parentes e antepassados te maltratamos com pensamentos, palavras, fatos e ações, desde o início da nossa criação até o presente, eu peço o teu perdão.

Deixa que isso se limpe e purifique, libere e corte todas as memórias, bloqueios, energias e vibrações negativas.

Transmute essas energias indesejáveis em pura luz e assim é.

Para concluir, digo que esta oração é minha porta, minha contribuição à tua saúde emocional, que é a mesma que a minha.

Então esteja bem e, na medida em que vai se curando, eu te digo que: eu sinto muito pelas memórias de dor que compartilho com você.

Te peço perdão por unir meu caminho ao seu para a cura, te agradeço por estar aqui em mim.

Eu te amo por ser quem você é.

Benefícios Do Ho’Oponopono

Ao tomar a filosofia do Ho’oponopono uma prática diária na sua vida, muitos são os benefícios verificáveis, principalmente:

Como consequência traz bem-estar, saúde, felicidade e gratidão pela vida!

Limpeza De Memórias

A limpeza do peso das nossas memórias pode ter grandes resultados na nossa vida. A maneira que olhamos para o passado influencia o presente, que assim define nosso futuro.

Às vezes, só de lembrar certas situações ou pessoas, nos sentimos mais ansiosos e até percebemos dores no corpo.

Essa técnica serve justamente para trazer a paz, o perdão e o amor dentro de nós, impedindo que o mal-estar e o medo nos domine.

Posso Praticar Todos Os Dias?

Não existe restrição na quantidade de vezes ou na frequência de aplicação do Ho’oponopono.

Sempre que quiser, basta repetir em voz alta ou mentalmente, as 4 frases:

Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grato.

Porém, existem alguns costumes opcionais quanto ao uso do Ho’oponopono.

O mais popular deles é a integração de japamalas.

O que são os Japamalas?

Japamalas são objetos sagrados usados há mais de 4 mil anos para a contagem de mantras em diversas culturas, com o intuito de entrar no estado meditativo.

O nome “Japamala” vem do sânscrito “Japa”, que significa “recitar mantra”, e “mala”, que traduz para “cordão”. Ou seja, eles são cordões usados para recitar os mantras.

Cada um é composto por 108 contas, e a cada vez que repetir o mantra você passa o dedo para a próxima conta. 

Sempre comece do ponto indicador, que é aquele que mais se destaca das outras partes, e se seguir de conta em conta repetindo o mantra, você retornará ao indicador tendo recitado 108 vezes.

Essa é uma ótima forma de praticar o Ho’oponopono diariamente.

Assim você utiliza a técnica numa quantidade considerável e o japamala te auxilia para não perder a conta de quantas vezes você já repetiu as 4 frases.

Qual É O Melhor Livro de Ho’oponopono?

Caso queira aprender mais sobre o Ho’oponopono, uma ótima recomendação é o livro “O grande livro do Ho’oponopono: Sabedoria havaiana de cura” do Dr. Luc Bodin e Nathalie Bodin.

Esse é o guia perfeito para quem quiser se aprofundar nessa prática, já que foi escrito por profissionais dessa área. Nele você verá em detalhes a origem, os pilares e evolução das metodologias do Ho’oponopono.

Boa leitura!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.